fbpx

Como ganhar prática na Advocacia Criminal?

Como ganhar prática na Advocacia Criminal?

Como se preparar para atuar na prática da Advocacia Criminal? Como ganhar prática na Advocacia Criminal? Essa é uma pergunta muito comum dos Advogados criminalistas iniciantes, porque, afinal de contas, se você começa a atuar na prática sem a devida preparação, muito possivelmente você irá prejudicar tanto os interesses e direitos do seu cliente, quanto a você mesmo e a sua carreira profissional. É por isso que eu sente alerto os meus alunos sobre a importância da especialização e qualificação na Advocacia Criminal!

Eu sou a Cris Dupret, presido o IDPB, sou pós-graduada em Direito Penal Econômico e Mestre em Direito, autora de diversas obras jurídicas e advogada consultora. E hoje quero dividir essa minha experiência profissional, te ajudando a adotar as melhores estratégias para ganhar prática na Advocacia Criminal.

Antes de iniciar o tema, se você tem interesse em se especializar em Advocacia Criminal, não deixe de se inscrever gratuitamente na Aula Magna de Especialização na Advocacia Criminal, que ocorrerá online entre os dias 12 e 13 de abril. CLIQUE AQUI.

Como se preparar para a prática na Advocacia Criminal

Muitos Advogados Criminalistas em início de carreira ficam perdidos nesse momento e desconhecem os passos que devem seguir para se prepararem para prática na Advocacia Criminal. Então, decidi trazer breves orientações importantes sobre como ganhar prática criminal.

Vale destacar que não se trata de uma fórmula mágica, como sempre falo aqui, e nem pretendo esgotar esse assunto em um artigo. São apenas orientações ou dicas que considero relevantes, pois já passei por esta experiência no começo da minha carreira e sei que isso faz toda a diferença na sua prática da advocacia criminal.

Então, vamos lá. Como ganhar prática da Advocacia Criminal?

Faça uma especialização prática na Advocacia Criminal

Já falei aqui em outra oportunidade que, estudar em conjunto a teoria e a prática penal é muito importante para os que vão seguir a Advocacia Criminal.

Durante o curso de Direito não é ensinado como advogar na prática. Portanto, infelizmente, é necessário que você desconstrua toda forma que estudou na faculdade de Direito.

É fundamental que você estude o Direito Penal aplicado à prática, pois se estudados isoladamente, será muito mais desafiador para você conseguir imbricar esses dois polos no momento que você for pressionado a fazer isso, dentro da advocacia criminal.

Lembre-se que, você não precisa aprender da pior forma possível, colecionando derrotas na Advocacia Criminal. Nesse sentido, preciso pontuar que, é muito interessante se especializar fazendo uma pós-graduação para ganhar uma titulação, mas sobretudo, para adquirir conhecimentos práticos, para que você tenha segurança em atuar na área.

Como manter o contato com o cliente e fechar mais contratos? Como se portar e o que fazer ao acompanhar o cliente na delegacia ou até mesmo em uma situação de flagrante? Quais requerimentos podem ser feitos em sede policial? Como agir na audiência de custódia? Quais os cuidados ao ingressar com uma queixa-crime ou até mesmo acompanhar o processo penal quando o seu cliente é o réu? E na hora de uma sustentação oral? Quais são os cuidados essenciais?

Agora imagine poder responder a todas essas dúvidas no âmbito prático, mas ao mesmo tempo garantir uma titulação que lhe confere a especialidade em Advocacia Criminal?

Então, aqui deixo o meu convite para a Aula Magna Especialização na Advocacia Criminal, organizada por mim, onde vou aplicar os conhecimentos acumulados por mais de 15 anos ao longo da minha carreira e das minhas especializações, notadamente no âmbito Penal.

Estude por livros práticos

Complementando o tópico acima, uma outra dica interessante é a leitura e estudo de livros práticos. E você pode estar se perguntando qual melhor livro de prática penal.

A resposta é simples: aquele que faça a conjugação da teoria e da prática, do Direito Penal e do Direito Processual Penal, que, além disso, contenha modelos e roteiros de cada peça prática penal, e que aborde todos os detalhes e teses de direito material e processual, explicando como empregar cada uma delas nos casos específicos.

Deixo então a sugestão do meu Vade Mecum específico de Penal: CLIQUE AQUI

 Se conecte com advogados criminalistas

Além de manter o ritmo de estudo, mesmo ao final de uma Pós-graduação de Prática na Advocacia Criminal, por exemplo, procure também participar de todos os eventos relacionados a área criminal, como palestras, congressos, seminários, cursos de atualização/extensão.

Além disso, participe das comissões da OAB, instituições, associações e demais entidades relacionadas ao estudo do Direito Penal e do Processo Penal.

É importante estar envolvida (o) com pessoas que atuam na mesma área que você, até mesmo para troca de experiências, aprendizado e networking (rede de contatos).

Se conectar com profissionais ou grupos que têm o mesmo interesse que você pode ser uma grande vantagem para o início da sua carreira nesta área e para a sua prática penal.

Sempre dou essa dica, pois acho ela fundamental!

Bom, espero ter contribuído com você que quer ganhar prática na Advocacia Criminal.

Garanta agora sua vaga na Aula Magna de Especialização na Advocacia Criminal e tenha acesso aos mesmos materiais e conteúdos exclusivos que já ajudaram inúmeras pessoas a encontrarem a sua melhor versão.

LIVROS - CRISTIANE dUPRET

CLIQUE NA IMAGEM

Artigos Recentes

Pesquisar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Conheça

o curso