fbpx

Ficar se comparando a outros advogados na prática da Advocacia Criminal não é normal!

Quando fundei o Instituto Direito Penal Brasileiro, a minha intenção foi criar uma verdadeira comunidade de advogados criminalistas. Logicamente, a interação e o networking são essenciais na Prática da Advocacia Criminal.

No entanto, essa convivência precisa ser saudável e facilitadora do crescimento.

A comparação em demasia causa frustração e desânimo, pois ao nos compararmos, geralmente não levamos em consideração todo o cenário existente nas conquistas alheias, assim como o tempo e esforço demandado por outros profissionais.

CURSO DE PRÁTICA NA ADVOCACIA CRIMINAL (CLIQUE AQUI) – Aulas em Vídeo, Grupo de whatsapp com Advogados de todo o Brasil, Banco de peças editáveis, Certificado de Conclusão e Amplo material de apoio.

No meu caso, quando iniciei a minha trajetória, encontrei inúmeros obstáculos. Demorei alguns anos para entender até mesmo o caminho que eu queria seguir.

Atualmente, a minha área de atuação é consultiva. É disso que gosto, de auxiliar outros profissionais, de escrever, de desenvolver pareceres, mas nem sempre foi assim…

Até fazer do trabalho unicamente aquilo que realmente me satisfaz, eu tive que abrir mão de muita coisa: família, amigos, lazer, fins de semana, feriados e muito mais.

Desde a minha formatura até o que considero o meu ápice profissional, foram mais de 15 anos.

Cada um terá a sua trajetória, as suas escolhas e a sua própria construção. No cenário de comparação, você pode ignorar que sua trajetória pode um dia te levar muito mais longe que aquele profissional com o qual você se compara hoje.

E a verdade é que estou aqui escrevendo esse artigo porque já aconteceu comigo. Por muitas vezes me comparei e me senti frustrada, mas com o tempo aprendi que comparação é diferente de espelhamento.

Quando você se espelha em alguém (pode ser um parente, um amigo ou até mesmo um professor), você consegue entender o que pode ter feito com que aquela pessoa tenha alcançado resultados tão promissores e você pode descobrir se algumas dessas coisas podem servir também para você.

O espelhamento te permite se motivar e crescer, enquanto a pura comparação te conduz ao desânimo e geralmente à frustração.

Como crescer na Advocacia Criminal?

Se a sua “comparação” for um espelhamento, isso pode te ajudar a crescer. Estar junto de outros advogados que também atuam na prática da Advocacia Criminal é importante até mesmo para ganhar experiência.

Dessa convivência, podem surgir parcerias, auxílio e muita troca de experiência. Os advogados devem ser unir em busca dessa troca, pois ela é um fator contínuo de crescimento.

Quando desenvolvi o Curso de Prática na Advocacia Criminal, do IDPB, esse foi um dos pontos que levei em consideração. Daí nasceu a ideia de formar um grupo de whatsapp entre os alunos. Dessa forma, além do espaço para dúvidas, que funciona na área do aluno, é possível trocar experiência no grupo de whatsapp.

Como iniciar a prática na Advocacia Criminal sem se comparar?

Eu sei que nem sempre é tão simples. Muitas vezes surgem perguntas como: Mas quanto tempo vai demorar para eu ter a clientela que o fulano tem? Quando eu vou conseguir pegar tantos casos como o beltrano? Porque ele ou ela ganha tanto dinheiro com a Advocacia Criminal e eu não?

Então vamos por partes:

Que tal começar tentando transformar essas indagações: O que fulano tem feito para conseguir sua clientela? Ele atua em algum nicho que talvez seja de mais fácil prospecção de clientes? Se a resposta for sim, você pode pesquisar mais sobre esse nicho e talvez até mesmo desenvolver a sua atuação nele.

Outra indagação que você pode fazer é: O que eu posso fazer agora para ter mais um cliente e o que posso fazer em relação a esse cliente para que ele me indique para alguém?

São pequenas mudanças de pensamento que permitirão que você consiga perceber o que é necessário fazer para evitar a comparação prejudicial.

Eu espero que essas dicas tenham ajudado você! E se você já é aluno do nosso Curso de Prática na Advocacia Criminal, não deixe de assistir a aula sobre escolha do nicho. Ela pode te ajudar a entender muita coisa!

Abraços,

Cristiane Dupret

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AULAS E MODELOS

Da contratação e captação de clientes

à sustentação oral

CONHEÇA O CURSO

PRÁTICA NA ADVOCACIA CRIMINAL

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

&

Receba Atualização Diária