fbpx

Os desafios da Advocacia Criminal

Os desafios da Advocacia Criminal

Toda carreira profissional pode ter desafios! O grande medo dos advogados criminalistas que acabaram de se formar é ter que enfrentar os desafios que a profissão pode impor.

Eu sou a Cris Dupret, presido o IDPB, sou advogada consultora, autora de diversas obras jurídicas, pós-graduada em Direito Penal Econômico e Mestre em Direito. Sei o quanto é desafiador iniciar a experiência prática na Advocacia Criminal, por isso, hoje eu gostaria de trazer aqui a minha experiência ao enfrentar alguns desses desafios no início da minha carreira. Vamos lá?

Leia mais abaixo:

Curso de Prática na Advocacia Criminal te ensina desde os aspectos mais básicos como o atendimento ao cliente, até as atuações mais complexas como a sustentação oral. E ele está com uma condição imperdível!
Para ter acesso vitalício ao curso CLIQUE AQUI e ao fazer sua matrícula, escolha o acesso vitalício – ao invés de 1 ano de acesso, você poderá acessar enquanto o curso existir!

Preconceito da sociedade em geral com a Advocacia Criminal

Assim como qualquer outro tipo de preconceito existente na sociedade brasileira, seja racismo, homofobia, transfobia, intolerância religiosa, infelizmente, ainda se fazem presentes preconceitos em relação à profissão da advocacia criminal, ainda mais quando exercida pela mulher.

Leia também: Advocacia Criminal para mulheres

Contudo, é essencial deixar bem claro que o advogado não defende um criminoso. Os advogados criminalistas defendem um julgamento justo para qualquer cidadão seja ele inocente ou culpado, pois toda pessoa tem direito, em plena igualdade, a uma audiência justa e pública por parte de um tribunal independente e imparcial, para decidir de seus direitos e deveres ou do fundamento de qualquer acusação criminal contra ele.

Nem todos entendem essa garantia fundamental e o senso comum pensa que “bandido bom é bandido morto” ou “Advogado de bandido, bandido é” e por aí vai.

Quando iniciei a minha carreira na Advocacia Criminal, muitas pessoas me julgaram e falavam que “isso não era para mim”. Eu sentia um grande preconceito por parte de alguns amigos e familiares, mas essa era a área que eu amava desde a faculdade e não poderia escolher outra porque a sociedade não olhava com “bons olhos”. Hoje, todos me apoiam e entendem que trabalho com o que amo!

Assim, diante dos preconceitos que irá enfrentar ao longo da sua carreira, é preciso ter certeza de que escolheu a profissão certa para você, pois quando trabalhamos com o que amamos, não desistimos tão fácil de seguir em frente, não é verdade?

Profissão de risco

Na verdade, depende muito do nicho em que você pretende atuar na Advocacia Criminal e do formato que você a exerce! Mas como regra, a Advocacia Criminal não apresenta riscos.

Hoje, quando olho para trás, não me lembro de nenhuma situação grave que vivenciei no exercício da Advocacia Criminal. Porém, compreendo a sua preocupação neste sentido, afinal de contas, a sociedade ainda é muito preconceituosa e compartilha muitos tabus sobre a atuação do advogado criminalista nessa área.

Fato é que, dependendo do formato da Advocacia Criminal que se exerce, o perigo pode ser maior ou menor, levando em consideração alguns fatores como a sua forma de atuação, o tipo de cliente que te contrata, o nicho em que atua, dentre outros.

Então, esse pode ser o menor dos desafios na sua carreira profissional dentro da Advocacia Criminal.

Leia também: Os perigos da Advocacia Criminal

Prospecção de clientes

Para quem está começando agora na Advocacia Criminal, nós sabemos o quanto esse início de carreira é desafiador! Quando comecei minha carreira, senti muitas dificuldades, principalmente, porque não existiam conteúdos como este que tenho produzido aqui para ajudar vocês!

Então, hoje decidi trazer algumas dicas importantes para você que já está advogando na área ou quer iniciar a sua carreira na Advocacia Criminal e possui várias dúvidas de como conseguir clientes.

Abaixo, enumerei algumas dicas rápidas de como conseguir mais clientes, assim você já pode enfrentar esse desafio seguindo algumas dessas orientações:

1) Saiba, de forma cristalina, quais são seus diferenciais! Com base nisso, construa sua marca e seus valores.

2) Escolha um nicho interessante na Advocacia Criminal e se especialize.

3) Faça marketing de conteúdo. Dê publicidade ao seu conhecimento, a sua expertise na área! Crie suas redes sociais, seu blog, seu site e deixe as pessoas conhecerem você e seu trabalho!

4) Invista em networking e faça parcerias. Conecte-se com profissionais há mais tempo na Advocacia Criminal. Mas, também pode ser de outras áreas da advocacia.

5) Ofereça sempre o melhor serviço para todos os clientes. Além de ser ético, poderá render muitas indicações!

6) Atue como dativo, coloque-se à disposição no fórum da sua região.

Bom, resumindo, quem inicia na Advocacia Criminal pode ter que enfrentar alguns desafios, mas nada que te faça desistir dessa profissão se você sabe que nasceu para ela, assim como eu!

No Curso de Prática na Advocacia Criminal eu falo sobre esse tema e te dou outras dicas com mais detalhes para que você se sinta seguro em começar a atuar na Advocacia Criminal. Além de disponibilizar um banco com modelos de peças processuais e roteiros para elaboração e todo o material de apoio em PDF.

O Curso de Prática na Advocacia Criminal é 100% on-line, com certificado de conclusão, composto por 15 módulos, mais de 160 aulas, mais de 60 horas de aula, modelos de contrato, de procuração e objetiva passar toda a experiência na Prática da Advocacia Criminal, além de possibilitar a atualização de profissionais da área.

Durante o Curso de Prática Penal, o aluno poderá tirar suas dúvidas diretamente comigo! Além disso, o curso é constantemente enriquecido com atualizações, jurisprudência, envio de notificações aos alunos e muito mais!

LIVROS - CRISTIANE dUPRET

CLIQUE NA IMAGEM

Artigos Recentes

Pesquisar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Conheça

o curso