fbpx

Por que se especializar em Advocacia Criminal?

Por que se especializar em Advocacia Criminal?

Muitos advogados iniciantes, ainda não decidiram em que área atuar e se especializar. Recebo muitas perguntas relacionadas ao ingresso na Advocacia Criminal, me questionando o porquê devem escolher essa área. Se você também está na fase inicial de escolher em que área atuar na Advocacia, leia esse artigo até o final.

Eu sou a Cris Dupret, presido o IDPB, sou pós-graduada em Direito Penal Econômico e Mestre em Direito, autora de diversas obras jurídicas e advogada consultora. E hoje quero dividir com você alguns dos motivos que me fizeram escolher me especializar em Advocacia Criminal.

Antes de iniciar o tema, se você tem interesse em se especializar em Advocacia Criminal, não deixe de se inscrever gratuitamente na Aula Magna de Especialização na Advocacia Criminal, que ocorrerá entre os dias 12 e 13 de abril. CLIQUE AQUI.

No artigo de hoje, separei 3 motivos fundamentais para você escolher advogar na área criminal! Vamos lá?

Motivos para escolher a Advocacia Criminal

Definitivamente, advogar na área criminal não é um “mar de rosas” e tem lá os seus desafios! Assim como qualquer outra área na advocacia! Costumo dizer que, os motivos que fazem o advogado escolher atuar na advocacia criminal devem ser muito importantes e sólidos, para não o fazer desistir no primeiro desafio que surgir.

Eu já conto com mais de 15 anos como Advogada Criminalista, hoje, atuo mais na área consultiva em execução penal. Obviamente, que já passei por essa dúvida de escolher a área em que advogar anos atrás e sei o quanto essa fase é desafiadora na sua vida. Mas, fique tranquilo(a), pois o surgimento dessas dúvidas e inseguranças são extremamente comuns entre os Advogados(as) iniciantes na prática penal.  

Contudo, uma coisa é certa: se você sempre quis ingressar na Advocacia Criminal, você já possui um motivo principal para escolher essa área.

Paixão pela Advocacia Criminal

Esse é o primeiro motivo que acredito ser importante considerar: a sua afinidade com a área. Eu sempre fui apaixonada por Direito Penal, desde a faculdade. A matéria sempre me cativou, e eu sempre pensei que essa área seria bem interessante de atuar.

Você já deve ter sentido isso lá no começo da faculdade, quando iniciou os estudos de Direito Penal e Processual Penal. Possivelmente, você até escolheu essa matéria para a segunda fase da OAB, justamente pela afinidade.

Sempre digo que, na verdade, eu não escolhi ser advogada criminalista, mas foi essa carreira que me escolheu! E trabalhar com o que você ama, é uma das grandes satisfações que você poderá sentir na sua vida profissional. Pense nisso! Este é um dos maiores motivos para ingressar na advocacia criminal.

Claro que, mesmo que você não tenha criado essa afinidade desde a graduação, não quer dizer que você não possa despertar esse interesse e afinidade depois de formado(a). Se você gosta dessa área, já é um passo bem importante!

A advocacia criminal possui um mercado estável

Independentemente de qualquer crise no país, a advocacia criminal estará sempre em alta, diferente de outras áreas do direito que são mais procuradas apenas em momentos de crise, como é o caso da área trabalhista ou de família.

Portanto, em todo o momento são realizadas denúncias pelo Ministério Público e investigações pela Polícia. E, nesse sentido, sempre haverá a necessidade de atuação dos advogados criminalistas se dedicando à defesa de pessoas físicas ou jurídicas, iniciando pelas investigações, indo até o tribunal, se for o caso.

Amplo leque de nichos de atuação na Advocacia Criminal

Além disso, a Advocacia Criminal possui um amplo leque de nichos possíveis de se atuar na prática.

Sempre me perguntam quais nichos são interessantes para se especializar dentro da Advocacia Criminal. Bom, são vários, o importante é escolher um que você tenha afinidade e que, ao mesmo tempo, seja um nicho pouco explorado no mercado!

Além disso, antes de começar a atuar em um determinado nicho, você realmente precisa se especializar na Advocacia Criminal. Nesse sentido, uma pós-graduação voltada para a prática é uma excelente opção. Um estudo estratégico e prático para que você de fato ganhe experiência e segurança na prática da advocacia criminal.

Eu já postei aqui no blog um artigo sobre como escolher uma pós-graduação em Penal, para a prática da advocacia criminal. Se você tem interesse em uma especialização em Advocacia Criminal, clique aqui.

Na advocacia criminal, os honorários não são limitados ao valor da causa

Na Advocacia Criminal, o profissional tem a possibilidade de ganhar muito mais que em qualquer cargo público.

Mas, claro que a questão financeira não deve ser o motor principal da vontade do operador do direito escolher a advocacia privada ou mesmo um cargo público. Contudo, é interessante você saber que os honorários nessa área não são limitados a um valor da causa, diferente de outras áreas do direito. 

Em suma, esses são alguns motivos para você que ainda estava na dúvida sobre ingressar na advocacia criminal.

Garanta agora sua vaga na Aula Magna de Especialização na Advocacia Criminal e tenha acesso aos mesmos materiais e conteúdos exclusivos que já ajudaram inúmeras pessoas a encontrarem a sua melhor versão.

LIVROS - CRISTIANE dUPRET

CLIQUE NA IMAGEM

Artigos Recentes

Pesquisar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Conheça

o curso