fbpx

Como se Especializar em Execução Penal?

Primeiramente, antes de te explicar como se especializar para atuar em Execução Penal, preciso te dizer o porquê fazer isso.

Meu nome é Cris Dupret. Sou advogada especialista na área consultiva, principalmente em Execução Penal. Sou Presidente do IDPB e coordeno o Curso Decolando na Execução Penal, que prepara alunos estudantes e advogados em todo o Brasil, capacitando-os para a atuação na Execução Penal.

Três vezes por ano realizo gratuitamente a Jornada Começando do Zero na Execução Penal

São inúmeros os depoimentos de advogados que começam a atuar em Execução Penal e dentro de bem pouco tempo alcançam um número razoavelmente alto de clientes.

Antes de prosseguir na leitura, olhe o depoimento do Ednaldo Menezes, que em duas semanas conseguiu 10 clientes em Execução Penal:

JORNADA GRATUITA COMEÇANDO DO ZERO NA EXECUÇÃO PENAL (CLIQUE AQUI) – Serão 4 dias de aulas ao vivo, on-line e gratuitas. Ao final da Jornada, serão abertas as inscrições para a próxima turma do Curso Decolando na Execução Penal.

Como advogar em Execução Penal?

Para advogar em Execução Penal, é importante se especializar. Isso não significa necessariamente fazer uma pós-graduação no tema, mas sim dedicar-se profundamente a ele.

Isso abrange a leitura constante de livros sobre Execução Penal, assim como do constante acompanhamento da jurisprudência dos Tribunais Superiores sobre Execução Penal.

Mas nem sempre isso é suficiente. Se você não estudou a fundo esse assunto na faculdade, talvez seja essencial frequentar um Curso Prático de Execução Penal, onde você poderá estudar o tema e trocar experiência com outros advogados.

Vantagens de atuar na Execução Penal

Por não ser um tema estudado de forma detalhada durante a faculdade, o nicho de execução penal é pouco explorado. Muitos advogados criminalistas atuam até o processo de conhecimento, mas não atuam na fase de execução penal.

Isso deixa uma lacuna e uma carência de advogados especializados e atuantes em execução penal.

Por isso, a concorrência nesse nicho de atuação da prática da Advocacia Criminal não é tão grande como a que existe na atuação em sede policial ou até mesmo durante o processo de conhecimento.

Outra vantagem é que a captação de clientes costuma ser bem mais rápida. Um cliente bem atendido geralmente indica o advogado para vários outros. O fato de ele estar cumprindo penal em um estabelecimento prisional faz com que ele esteja cercado de pessoas que possuem a mesma necessidade: Ter um advogado atencioso e comprometido.

O advogado criminalista Gabriel Bulhões conta como em pouco tempo atingiu o número de 30 cliente na Execução Penal:

Ao passar das semanas, pude perceber o interesse dos colegas de cela desse meu cliente “nesse advogado que qualquer coisinha vem aqui dizer”. Assim, consegui mais três clientes, cada qual com uma situação jurídica passível de uma solução mais fácil do que àquela do meu primeiro cliente. Então, em razão da rápida resolução das demandas trazidas por esses três clientes, houve uma multiplicação da clientela, pois todos que ouviam queriam saber mais do trabalho desenvolvido.

Por conseguinte, em menos de três meses esses 3 clientes se transformaram em 30, e com o passar dos meses pude fortalecer cada vez mais esse rol, com a insistência no trabalho artesanal e de proximidade, com a atenção e o cuidado que todos os nossos clientes merecem.

CLIQUE AQUI e leia o artigo por inteiro.

Caso você decida se especializar em Execução Penal, participe da Jornada e tenha a oportunidade de fazer parte da próxima turma do Curso Completo Decolando na Execução Penal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSCRIÇÃO GRATUITA

 

DE 28 DE SETEMBRO A 03 DE OUTUBRO

JORNADA COMEÇANDO DO ZERO

NA EXECUÇÃO PENAL

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

&

Receba Atualização Diária