Quanto cobrar por uma consultoria jurídica?

Quanto cobrar por uma consultoria jurídica?

Os aspectos financeiros são frequentemente alvo de dúvidas, principalmente entre os advogados criminalistas iniciantes. Mas além disso, quero trazer para você o conceito de consulta jurídica, onde realizar uma consulta jurídica e uma dica prática muito importante!

Eu sou a Cris Dupret, consultora jurídica, advogada criminalista e mentora de centenas de advogados e advogadas que desejam se especializar na Advocacia Criminal e buscam uma preparação teórica e prática adequada para a sua atuação na área penal.

No artigo de hoje, apontarei alguns pontos de importância sobre o tema para você que não sabe quanto cobrar pela consulta jurídica! Já atuo nessa área há anos e vou te dar dicas bem práticas! Vamos lá?

O Curso de Prática na Advocacia Criminal te ensina desde os aspectos mais básicos como o atendimento ao cliente, até as atuações mais complexas como a sustentação oral. E ele está com uma condição imperdível! Para ter acesso vitalício ao curso CLIQUE AQUI e ao fazer sua matrícula, escolha o acesso vitalício – ao invés de 1 ano de acesso, você poderá acessar enquanto o curso existir!

O que é uma consulta jurídica?

Inicialmente, acho importante definirmos o que é uma Consulta Jurídica. Na consulta jurídica, o advogado se dispõe a ouvir a questão jurídica ou uma dúvida sobre um determinado assunto.

Na consulta jurídica, o advogado pode e deve realizar perguntas sobre os detalhes da questão apresentada, no intuito de compreender melhor todos os aspectos trazidos pelo cliente, oferecendo respostas técnicas e o melhor caminho a ser tomado naquele caso concreto, que pode ser judicial ou extrajudicial.

Onde pode ser realizada a consulta jurídica?

Geralmente, o atendimento pode ser realizado no escritório (caso você tenha um), na sala de atendimento da OAB (agende na sua seccional) ou através de videoconferência.

Durante a pandemia, tenho atendido através de vídeo chamada (plataforma digital como meet ou zoom) e posso dizer que é tão eficiente quanto presencialmente.

Quanto custa uma consulta jurídica?

É claro que isso varia de acordo com o profissional. Existem alguns advogados que não cobram pela consulta jurídica, mas, fato é que, o próprio Código de Ética da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) é objetivo ao estipular que o advogado deve evitar o aviltamento de valores dos serviços profissionais, não os fixando de forma irrisória ou inferior ao mínimo fixado pela Tabela de Honorários.

Portanto, o valor a ser cobrado pela consulta jurídica deve ser, no mínimo, o valor estipulado pela tabela de honorários da sua região.

Baixe a tabela de honorários da sua região do ano corrente e se baseie nela sempre que não tiver ideia de quanto cobrar por qualquer serviço dentro da advocacia, inclusive a consulta jurídica.

 CLIQUE AQUI para baixar a última tabela disponível da OAB RJ

DICA PRÁTICA

Uma dica prática que sempre dou aos meus alunos é acordar com o cliente que o valor da consulta poderá ser abatido da entrada ou da primeira parcela dos honorários, em caso de contratação ao final da consulta.

Assim, se realizar apenas a consulta, receberá apenas por ela. Mas, se realizar a consulta e fechar o contrato, receberá o valor do contrato, com o abatimento do valor pago pela consulta.

No nosso Curso de Prática Criminal, nós disponibilizamos um modelo pronto e editável de contrato de honorários para cada uma das situações que você pode atuar. Com os modelos já prontos, é possível otimizar o tempo e entregar o contrato de imediato, deixando de correr o risco de atuar primeiro para contratar depois. Atenção: você jamais deve fazer isso!

Bom, esse assunto tem muitos detalhes, e se você ainda ficou com alguma dúvida, comente aqui abaixo!

LIVROS - CRISTIANE dUPRET

CLIQUE NA IMAGEM

Artigos Recentes

Pesquisar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.