fbpx

Como advogar na área criminal

Como advogar na área criminal? Como ser um advogado criminalista? Qual o papel do advogado criminalista? São perguntas que já escutei muito, principalmente no começo da minha carreira.

A maioria da sociedade pensa que, o Advogado Criminalista é o “defensor dos bandidos”. Infelizmente, ainda sofremos muito preconceito pela nossa escolha de atuar na área criminal. Mas você sabe que o papel do advogado criminalista não está atrelado à defesa de crimes e sim de pessoas! O papel do advogado criminalista é de grande importância na sociedade.

Eu sou a Cris Dupret, advogada criminalista na área consultiva penal, especialmente em execução penal. Ao longo da minha trajetória, já sofri bastante preconceito e hoje me dedico a auxiliar advogados iniciantes na prática criminal. Neste artigo, quero trazer algumas orientações sobre como advogar na área criminal. Vamos lá?

Assista o vídeo e leia o artigo:

Comunidade Criminalistas de Elite – (CLIQUE AQUITenha acesso aos Cursos de Prática na Advocacia Criminal, Curso Completo de Direito Penal, Curso de Leis Penais Especiais, Curso de Marketing Jurídico, Prática na Jurisprudência Criminal, além de acessar todas as aulas ao vivo, podcasts e integrar um grupo de whatsapp com interação entre advogados de todo o Brasil.
No Curso de Prática na Advocacia Criminal te dou o passo-a-passo necessário para iniciar na Advocacia Criminal, desde a escolha do nicho e contato com o cliente até a atuação recursal e oral. Além de modelos de peças editáveis, material de apoio, ambiente de dúvidas, grupo de whatsapp para interação entre os alunos e alunas do curso e muito mais! (CLIQUE AQUI)

Ao longo do Curso de Prática na Advocacia Criminal que coordeno, os alunos trocam muitas ideias no grupo de whatsapp para interação e lá também já vi muitos que também ouviram essas colocações preconceituosas. Mas, o advogado que escolhe a área criminal para atuar, deve entender que está ali defendendo os direitos do seu cliente, e não o crime que ele cometeu pelo qual está sendo acusado. Este é um ponto muito importante.

Além disso, muitos advogados criminalistas pensam que o papel do advogado criminalista se resume em, necessariamente, visar, pedir e conseguir a absolvição do seu cliente. Porém, nem sempre é assim! Diversas vezes, na advocacia criminal, você precisa trabalhar, por exemplo, com teses e pedidos subsidiários. Por isso que é tão importante, na prática da advocacia criminal, que você estude muito bem e se prepare para a sua prática penal de uma maneira muito direcionada em relação aquelas teses que você deve desenvolver a favor do seu cliente, sejam as teses principais ou as teses subsidiárias.

O papel do advogado criminalista, além de ser a busca da absolvição, se direciona em buscar a melhor e menor pena para seu cliente, o regime menos rigoroso naquela situação, e, para isso, o advogado criminalista na prática penal deve ter o pleno domínio do mindset defensivo.

Qual o seu motivo para escolher advogar na área criminal e quais os primeiros passos para advogar na área criminal

Antes de falar sobre o mindset defensivo, gostaria de pontuar os primeiros passos que são importantes ter em mente quando as dúvidas inicialmente apontadas no artigo vêm à tona: Como advogar na área criminal? Como ser um advogado criminalista? Qual o papel do advogado criminalista?

Acredito que o primeiro passo ao desejar iniciar na Advocacia Criminal seria descobrir o motivo da sua escolha pela advocacia criminal. Isso mesmo! Por que você deseja atuar na área criminal? Já se fez essa pergunta?

Nesse sentido, se você escolheu advogar na área criminal pela paixão que sente pelo Direito Penal e Processo Penal e, consequentemente, pela Advocacia Criminal, então você está no caminho certo!

Advogar na seara criminal não é tarefa fácil, mas para quem decidiu embarcar nela pela paixão que sente pela advocacia criminal, a sua trajetória será menos desafiadora, com toda certeza, pois quando se tem um propósito bem delineado, não será qualquer obstáculo ou preconceito que irá balançar a tua convicção, não é verdade?

Um segundo passo seria a sua qualificação. Se a Advocacia Criminal é o que você deseja exercer profissionalmente, precisa se preparar de forma adequada e com um treinamento que tenha como foco a prática forense criminal. Para isso, você deve escolher boas obras para estudo, treinamentos práticos, frequentar eventos, fazer parte de grupos de whatsapp entre advogados criminalistas, fazer parte de comissões da OAB voltadas para a área penal, enfim, conviver com outros profissionais com o mesmo interesse, pois isso irá potencializar o seu desenvolvimento como advogado criminalista.

Um terceiro passo importante é conhecer as várias possibilidades dentro da Advocacia Criminal e entender o quanto é necessário que você se especialize em algum nicho promissor como, execução penal, compliance, advocacia investigativa dentro outros. Não basta você se qualificar dentro da área criminal em geral, você precisa nichar a sua advocacia criminal para ter melhores resultados e poder viver da qualidade da advocacia.

Um quarto passo seria a respeito de definir se vai advogar com alguém, sozinho, procurar emprego em um escritório. Ou seja, você precisa traçar as metas do próximo ano. Coloque no papel o que você pretende com a sua carreira e busque alcançar todas as metas planejadas. Em um primeiro momento, no início da carreira, não recomendo assumir despesas para manter um escritório sozinho. Você pode utilizar as salas de atendimento da sua seccional da OAB ou mesmo empresas de coworking (local de trabalho compartilhado) para exercer a sua advocacia criminal, pois assim você terá uma despesa bem menor que manter um escritório inteiro só para você exercer a advocacia criminal.

Você precisa entender que viver com qualidade da advocacia criminal exige uma trajetória bem planejada, é preciso ter paciência, foco, persistir e não desanimar com facilidade.

Também é importante entender bem o papel do advogado criminalista. Somente assim será possível desenvolver o mindset defensivo.

Para advogar na área criminal é preciso dominar o mindset defensivo

Para falar em como advogar na área criminal e qual o papel do advogado criminalista, nada melhor que entendermos em que consiste o mindset defensivo, a importância de o advogado criminalista desenvolver o mindset defensivo para a sua prática penal e como formar uma mentalidade para buscar teses defensivas, estratégias e o melhor resultado possível em cada caso concreto.

Sempre recebo perguntas sobre isso e hoje resolvi trazer aqui alguns pontos importantes sobre este assunto.

Como advogar na área criminal e como ser um advogado criminalista

Quando pensamos em desenvolver uma carreira na advocacia criminal, precisamos pensar em como desenvolver um mindset defensivo, porque para ser um bom advogado criminalista, você precisa ter uma mentalidade de defesa do seu cliente.

Aqui vale ressaltar que, não necessariamente o seu cliente é aquele que cometeu o crime. Você pode ser contratado para defender um inocente, ou para atuar como assistente de acusação, enfim, desenvolver um mindset de defesa significa, sobretudo, se colocar no lugar do seu cliente e “vestir a camisa” daquele que você está defendendo.

Muitas vezes, isso pode gerar um grande conflito, principalmente no início da Advocacia Criminal.

Entretanto, você precisa compreender que, a sua função não é defender um crime e sim defender o seu cliente, e fazer o que for melhor para ele, que pode ser a busca da absolvição ou benefícios previstos em lei, por exemplo, e que seu cliente possui o direito de obter dentro do processo penal. Entender como advogar na área criminal pressupõe observar todos esses pontos.

Portanto, é de suma importância o desenvolvimento do mindset defensivo para que você alcance os melhores resultados para o seu cliente na prática da advocacia criminal.

Desenvolver um mindset defensivo na prática penal depende da criação de uma rotina e um objetivo claro do foco na atuação defensiva. Ou seja, se você decidiu escolher um determinado nicho de atuação na advocacia criminal, então, fica mais claro que tipo de mindset defensivo você deve desenvolver para aquela área específica de atuação na advocacia criminal.

Do contrário, sem um nicho definido, se torna mais desafiador desenvolver o seu mindset defensivo.

Portanto, aquele que vai atuar em uma determinada área, além de ter o mindset de defesa que é fundamental, precisa conhecer do assunto, ou seja, ser altamente qualificado para essa atuação na advocacia criminal. No Curso de Prática na Advocacia Criminal, uma das aulas aborda justamente a importância do mindset defensivo.

Assim, para desenvolver esse mindset, é primordial que você seja um especialista na sua área de atuação.

Além disso, outra dica importante para você desenvolver um mindset defensivo é criar uma rotina de pensar em teses defensivas em todas as notícias e julgados que você tiver acesso. Tente sempre se colocar no lugar daquele réu ou indiciado e, mentalmente, busque possíveis teses defensivas. Essa dinâmica pode te ajudar a estar sempre alimentando a sua mentalidade de defesa.

Um dos fatores primordiais para se desenvolver o mindset defensivo é você ser um especialista.

Quando você se torna um especialista na sua área de atuação na prática da advocacia criminal, você consegue se colocar no lugar do seu público, conhecer seu público e o que ele sente, quais são as suas dores, quais são as necessidades e objeções, e o que você precisa trazer de possível solução para auxiliá-lo da melhor maneira na prática penal.

E eu pensei exatamente nisso quando idealizei o Curso de Prática na Advocacia Criminal: transformar você em especialista na área e capacitado para enfrentar os casos práticos na vida real. No Curso de Prática na Advocacia Criminal, você encontrará um módulo para o advogado iniciante, onde existem aulas específicas sobre o mindset defensivo e seus aspectos relevantes na prática penal. E olha que um curso de prática penal pode te ajudar muito, não somente nesse, mas em vários outros aspectos.

Fato é que, quando você desenvolve o mindset defensivo somado ao seu conhecimento, você exerce uma advocacia criminal realmente eficaz, que, em um caso concreto, irá trazer aqueles direitos e benefícios que seu cliente merece – por estar amparado por lei – seja seu cliente um acusado por crime realmente cometido, seja ele inocente, seja a vítima do crime ou um familiar, não importa.

Por isso, dissemos que o mindset defensivo consiste na mentalidade que propicia uma análise altamente especializada e estratégica dos processos criminais.

Bom, falar sobre como advogar na área criminal e o papel do advogado criminalista, sem falar do mindset defensivo, seria muito vazio. Espero que tenham gostado da abordagem.

Comente abaixo caso tenha curtido esse conteúdo ou caso tenha surgido alguma dúvida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acesso a 5 cursos

Aulas, podcasts, artigos, grupo de whatsapp entre

advogados

Faça parte da 

COMUNIDADE CRIMINALISTAS DE ELITE

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

&

Receba Atualização Diária