Marketing Jurídico: o que é e como fazer?

Marketing Jurídico: o que é e como fazer?

Algum dia você já deve ter ouvido falar que a propaganda é alma do negócio. É preciso apresentar seus conhecimentos técnicos jurídicos para o público, para assim ter seu trabalho reconhecido. Hoje, estar presente nos meios digitais é quase que obrigatório para alcançar o sucesso profissional.

Eu sou a Cris Dupret, advogada criminalista na área consultiva, mentora de advogados e advogadas que pretendem atuar na área criminal e especialista em Neurociências, com ênfase em neuroaprendizagem e neuromarketing. Além disso, tenho MBA em Marketing Digital e estudo diariamente este assunto que me encanta completamente.

Atualmente, coordeno o Curso de Prática na Advocacia Criminal, onde preparo os advogados a atuarem na prática penal que é bastante promissora! Inclusive, marketing jurídico digital é um dos temas que abordo ao longo do Curso de Prática. No artigo de hoje, quero pontuar algumas observações importantes sobre esse tema. Vamos lá?

Curso de Prática na Advocacia Criminal te ensina desde os aspectos mais básicos como o atendimento ao cliente, até as atuações mais complexas como a sustentação oral. E ele está com uma condição imperdível! Para ter acesso vitalício ao curso CLIQUE AQUI e ao fazer sua matrícula, escolha o acesso vitalício – ao invés de 1 ano de acesso, você poderá acessar enquanto o curso existir!
No Curso de Marketing Jurídico Digital, você pode aprender a usar profissionalmente as redes sociais para atrair clientes, construir um aplicativo jurídico do zero e muito mais.

O que é marketing Jurídico digital?

O marketing jurídico digital é um conjunto de ações online de marketing que podem ser empreendidas pelos advogados. O objetivo do marketing jurídico é promover a marca do Advogado ou seu escritório de advocacia, conquistar mais clientes e parceiros, e ganhar notoriedade na sua área de atuação na Advocacia.

Atualmente, sem a adoção dessas estratégias de marketing jurídico digital, é muito mais desafiador alcançar o sucesso profissional na Advocacia Criminal, assim como em qualquer outra área, já que o mundo está totalmente conectado digitalmente.

As estratégias do marketing jurídico digital são pensadas para impulsionar o seu escritório, respeitando as limitações impostas pela OAB. Construir um posicionamento da sua marca no mundo digital é fundamental para atingir o seu público-alvo, seu potencial cliente. Isso pode ser feito por meio de ações de marketing e conteúdo. Falarei abaixo sobre isso.

Portanto, através do marketing jurídico digital, você poderá ganhar notoriedade dentro do seu nicho de atuação, tornando-se autoridade naquela área.

Além disso, por meio do marketing jurídico digital, você poderá ainda melhorar o relacionamento com os seus clientes e aumentar o número de contratações, pois, fazendo marketing jurídico digital, o seu conteúdo atingirá um número muito maior de pessoas, que irão conhecer a sua atuação na Advocacia Criminal e sua expertise na área.

Como fazer marketing jurídico digital?

Não podemos esquecer que nossos clientes são pessoas como nós! Eles também acessam as redes sociais, analisam conteúdo e verificam se o profissional que desejam contratar possui uma expressividade em sua profissão. Assim, quanto mais conhecimento você transmite ao seu público-alvo, mais as pessoas percebem a sua autoridade naquele determinado nicho de atuação.

É possível fazer marketing jurídico digital de várias formas. Uma das estratégias de marketing digital que tem sido muito efetiva e é autorizada pela OAB é o marketing de conteúdo.

Como disse acima, os seus potenciais clientes analisam conteúdos e se informam pela internet antes de contratar um profissional. Nesse sentido, um bom conteúdo envolvendo assuntos da sua área de atuação, além de publicizar seu conhecimento sobre o assunto, também proporciona a confiança para uma possível contratação.

Além disso, o marketing de conteúdo vai levar mais tráfego orgânico para o seu site/blog, principalmente se for produzido com base no que as pessoas estão mais pesquisando na internet relacionadas ao seu nicho de atuação. Quanto mais tráfego em seu site/blog, mais visibilidade do seu escritório, e, consequentemente, você poderá aumentar o seu retorno financeiro, entende?

Por mais que você receba uma boa quantidade de indicações mensalmente (o que no começo da carreira é bem mais desafiador), a presença nas redes sociais pode alcançar um número bem maior de potenciais clientes.

Dessa forma, o marketing jurídico digital será uma ferramenta essencial de construção da sua imagem como profissional, da sua reputação como especialista na sua área de atuação, proporcionando confiança e competência aos seus potenciais clientes.

Bom, existem várias maneiras de como fazer Marketing Jurídico Digital e obter todas as vantagens que essa ferramenta pode te proporcionar em sua carreira na Advocacia Criminal. Para te auxiliar nesse início, listei algumas dicas práticas importantes, incluindo estratégias para quem vai começar a advogar agora:

  1. Crie uma identidade visual (logomarca);
  2. Faça um cartão interativo digital;
  3. Confecção da papelaria com logomarca;
  4. Crie um site e um blog de qualidade;
  5. Crie conteúdos para o blog relacionados sempre ao seu nicho;
  6. Pratique estratégias de SEO (estratégias empregadas na produção de conteúdo para garantir que seu site apareça em primeiro lugar nos mecanismos de pesquisa);
  7. Desenvolva campanhas de e-mail marketing;
  8. Tenha presença ativa nas redes sociais com foco no seu nicho.

 

Os cursos para advogados que tratam dessa temática demonstram o quanto pode ser uma ótima estratégia de impulsionamento do seu negócio. No meu Curso de Marketing Jurídico Digital, você aprende a usar profissionalmente suas redes sociais para atrair clientes, assim como construir um aplicativo jurídico do zero e modernas estratégias de marketing digital para desenvolver autoridade na sua área de atuação.

Como fazer marketing de conteúdo jurídico

Dentre as variadas formas possíveis de se fazer marketing jurídico digital, o advogado ou o escritório de advocacia pode fazer “publicidade informativa”, em outras palavras, produzir marketing de conteúdo jurídico.

Inicialmente, o que eu mais recomendo é a criação do seu próprio site e blog de qualidade. Além de criar as suas mídias sociais como Instagram e/ou Facebook. A partir daí, você poderá criar seus conteúdos e postar em seus próprios canais.

Existem alguns sites onde advogados podem postar seus artigos sobre os mais variados temas jurídicos com o objetivo de divulgarem o seu conhecimento e, consequentemente, serem encontrados por potenciais clientes que estão pesquisando sobre aquele determinado tema. Essa também é uma forma de você iniciar a sua produção de marketing de conteúdo jurídico.

Contudo, quando você possui o seu próprio blog, você tem muito mais liberdade de planejar as ações que serão tomadas para alcançar os seus objetivos. Além disso, penso que possuir seus próprios canais de comunicação, transparece mais independência, credibilidade e notoriedade. Portanto, se puder, invista na criação de um site de qualidade, onde você possa postar seus conteúdos e executar seus planos da maneira que você achar melhor.

Assim, é importante que você crie um cronograma planejado de postagens e crie conteúdos relevantes para o seu público-alvo. Esses conteúdos sempre serão voltados para a informação, como falei acima.

Para elaborar esse cronograma de postagens, você precisa pesquisar o que as pessoas estão procurando na internet relacionadas ao seu nicho de atuação. Uma ótima dica é usar o site Answer the public. Esse site irá te apresentar o que as pessoas estão buscando sobre aquela palavra-chave que você pesquisou, como por exemplo “execução penal”. Através dessa pesquisa, você terá ideias para os conteúdos semanais que precisa programar para o seu blog ou perfil nas redes sociais.

Outra dica fundamental é a criatividade para criar engajamento e fazer com que as pessoas se identifiquem com a sua marca. Para isso, pesquise outros canais que produzem conteúdo jurídico e se inspire em quem tenha mais experiência!

É importante ressaltar que o marketing jurídico na internet não é 100% livre. Existem algumas regras que impedem que advogados passem do limite da ética da advocacia na hora de divulgar seu trabalho. Por isso, estude e leia bastante antes de fazer marketing jurídico digital para não correr o risco de ferir esse código.  

Leia também sobre as regras permitidas pela OAB, clique aqui.

Se você gostou do conteúdo, deixe sua opinião e dicas para nossos próximos conteúdos!

LIVROS - CRISTIANE dUPRET

CLIQUE NA IMAGEM

Artigos Recentes

Pesquisar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Conheça Todos os Cursos do IDPB