fbpx

STJ afasta hediondez do tráfico em pedido de reconsideração

STJ afasta hediondez do tráfico em pedido de reconsideração

Recentemente, postamos aqui decisão em que o relator Ministro Sebastião Reis do STJ, ao julgar o pedido liminar do HC 736333, concedeu a tutela de urgência para determinar a alteração provisória dos cálculos de pena do paciente, até o julgamento do mérito do writ, devendo ser considerados as frações de crime comum para condenação pelo delito de tráfico de drogas.

Na mesma semana, o mesmo Ministro havia indeferido liminar com pedido similar em outro HC (737.479). A advogada do caso, com base na decisão do HC 736.333, requereu a reconsideração da decisão liminar que havia indeferido o pedido similar e obteve o pedido acolhido. 

Leia a decisão mais abaixo:

Se você tem interesse em se especializar em Advocacia Criminal, não deixe de conhecer a nossa Pós-graduação em Prática na Advocacia Criminal, com o estudo estratégico e prático para que você de fato ganhe experiência e segurança na prática da advocacia criminal. CLIQUE AQUI para conhecer!

Decisão do Ministro Sebastião Reis que indeferiu a liminar para afastar a hediondez do tráfico

HABEAS CORPUS Nº 737479 – SC (2022/0115977-6)
DECISÃO

Trata-se de habeas corpus impetrado em benefício de Tiago Wilson de Oliveira, apontando-se como autoridade coatora o Tribunal de Justiça de Santa Catarina, que negou provimento ao Agravo de Execução Penal n. 50043555420228240033 (fl. 21):
PROCESSO PENAL. EXECUÇÃO CRIMINAL. RECURSO DE AGRAVO EM EXECUÇÃO. ARTIGO 197 DA LEI DE EXECUÇÃO PENAL. INSURGÊNCIA DO APENADO CONTRA A DECISÃO QUE NÃO AFASTOU A CARACTERÍSTICA HEDIONDA DO CRIME DE TRÁFICO ILÍCITO DE ENTORPECENTES. IMPOSSIBILIDADE. HEDIONDEZ ORIUNDA DE DISPOSITIVO CONSTITUCIONAL E LEI ESPECÍFICA (ART. 5º, INC. XLIII DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL E ART. 2º DA LEI DE CRIMES HEDIONDOS). HEDIONDEZ AFASTADA TÃO SOMENTE QUANDO DO TRÁFICO NA MODALIDADE PRIVILEGIADA (§ 5º, ART. 112 DA LEP). DECISÃO MANTIDA NOS PRÓPRIOS TERMOS. RECURSO CONHECIDO E DESPROVIDO.?HEDIONDEZ DA NARCOTRAFICÂNCIA QUE DECORRE DA PREVISÃO CONSTITUCIONAL CONSUBSTANCIADA NO ART. 5º, XLIII. CONSTITUIÇÃO FEDERAL QUE DETERMINOU A NECESSIDADE DE MAIOR RIGOR NO TRATAMENTO PENAL DOS CRIMES DE TORTURA, TERRORISMO E TRÁFICO ILÍCITO DE ENTORPECENTES. ADEMAIS, AUSÊNCIA DE ALTERAÇÃO NO ART. 2º, CAPUT, DA LEI N. 8.072/90, DISPOSITIVO LEGAL QUE REPISOU O COMANDO CONSTITUCIONAL. CRIME DE TRÁFICO DE DROGAS QUE É, POR FORÇA CONSTITUCIONAL E LEGAL, EQUIPARADO A HEDIONDO? […] (TJSC, Agravo de Execução Penal n. 5018206-88.2021.8.24.0036, do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, rel. Ana Lia Moura Lisboa Carneiro, Primeira Câmara Criminal, j. 03-02-2022).
Alega-se, em síntese, que, após a vigência do chamado Pacote Anticrime (Lei n. 13.964/2019), em 23/1/2020, o delito de tráfico de drogas (art. 33 da Lei de 11.343/2006) deixou de ser delito equiparado a crime hediondo para o fim específico da progressão de regime prisional.
Requer-se seja concedida a ordem para cassar o acórdão da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, afastando o caráter de equiparado a hediondo ao crime de tráfico de drogas, determinando o refazimento do cálculo penal, aplicando-se a fração de 16% para a condenação relativa à Ação Penal n. 0004930-55.2019.8.24.0033.
É o relatório.

O deferimento de liminar em habeas corpus é medida de caráter excepcional, cabível apenas quando a decisão impugnada estiver eivada de ilegalidade flagrante, demonstrada de plano, o que não ocorre no caso. Com efeito, após o advento da Lei n. 13.964/2019 (Pacote Anticrime), os requisitos objetivos para a progressão de regime foram alterados, conforme a nova redação do art. 112 da Lei de Execução Penal.

Já quanto à tese da defesa no sentido de que, após a vigência do chamado Pacote Anticrime (Lei n. 13.964/2019), o delito de tráfico de drogas (art. 33 da Lei n. 11.343/2006) não seria mais equiparado a crime hediondo, nesse exame preliminar, entendo que não encontra acolhida na jurisprudência desta Corte, prevalecendo o posicionamento da Suprema Corte de afastar o caráter hediondo do tráfico de drogas, realizado na forma do art. 33, § 4º, da Lei n. 11.343/2006, o que, inclusive, motivou o cancelamento da Súmula 512/STJ.
Indefiro o pedido liminar.
Solicitem-se informações, a serem prestadas, preferencialmente, pela Central do Processo Eletrônico – CPE do STJ.
Tão logo juntadas, dê-se vista ao Ministério Público Federal.
Publique-se.
Brasília, 26 de abril de 2022.
Ministro Sebastião Reis Júnior Relator

(Ministro SEBASTIÃO REIS JÚNIOR, 28/04/2022)

Decisão que acolheu o pedido de reconsideração para afastar a hediondez do tráfico

(…) Com efeito, nos autos do mencionado HC n. 736.333/SP, concedi liminar, considerando que o permissivo legal que equiparava o delito de tráfico de drogas a hediondo – a progressão de regime, no caso dos condenados pelos crimes previstos neste artigo, dar-se-á após o cumprimento de 2/5 da pena, se o apenado for primário, e de 3/5, se reincidente, observado o disposto nos §§ 3º e 4º do art. 112 da Lei n. 7.210, de 11/7/1984 (art. 2º, § 2º, da Lei n. 8.072/1990) – foi revogado pela vigência da Lei n.13.964/2019.

Isso porque a aparente ausência de disposição legal equiparando o crime de tráfico de drogas a delito hediondo não poderia ser suprida por ato extralegal. Ante o exposto, reconsidero a decisão de fls. 30/31 e, em juízo de cognição sumária, defiro o pedido liminar para determinar a alteração provisória dos cálculos de pena do paciente, até o julgamento do mérito do presente writ, devendo ser consideradas as frações de crime comum para condenação pelo delito de tráfico de drogas.

Clique aqui para ler a decisão na íntegra.

Leia também: STJ: Liminar Deferida Em HC Para Afastar A Hediondez Do Tráfico E Alterar Provisoriamente Os Cálculos De Pena

Fonte: STJ

LIVROS - CRISTIANE dUPRET

CLIQUE NA IMAGEM

Artigos Recentes

Pesquisar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Que tal conseguir muitos clientes advogando em Execução Penal?

Curso com Interação entre os alunos dentro de um grupo exclusivo, além de banco de peças editáveis, aulas em vídeo, ambiente de dúvidas e muito mais!

PARCELAMENTO NO BOLETO